7 erros da contabilidade empresarial que devem ser evitados

A contabilidade empresarial envolve todas as análises financeiras de um negócio, não importa se é micro, pequena, média ou grande empresa. Ela abrange a realização de balanços, demonstração de resultados, controle de caixa e análise de lucros e prejuízos. Ou seja, envolve tudo o que é importante para o bom funcionamento de um negócio e está muito relacionada às tomadas de decisão dos responsáveis pela gestão.


É importante frisar que os erros relacionados a procedimentos fiscais, contábeis ou tributários preveem algum tipo de penalização. As multas costumam ser bem pesadas, impactando negativamente o orçamento.


Para impedir que tudo isso ocorra, é necessário entender quais são os principais erros relacionados a contabilidade empresarial cometidos. Sabendo que a maioria deles podem ser eliminados com processos e alterações estratégicas na rotina, listamos 7 erros comuns na contabilidade empresarial que podem ser evitados. Confira!


1 – Errar nos cálculos de Impostos



A contabilidade empresarial é uma área que exige dos profissionais muita atenção em cada atividade executada. Os cálculos dos impostos, por exemplo, é uma dessas tarefas que não pode haver erros. Caso o equívoco seja para um número maior do que o verdadeiro, o prejuízo é imediato para o negócio em questão. Se o equívoco for para menos do que o real, a empresa recebe uma notificação para que faça o pagamento o quanto antes.


Portanto, o contador precisa ter a máxima atenção ao realizar os cálculos referentes a PIS, COFINS, entre outros. Para evitar esse tipo de falha, a conferência das informações é fundamental. Por isso, é preciso sempre trabalhar de forma antecipada. Fazer tudo em cima da hora pode resultar em consequências maiores, demandando muito mais tempo do profissional e mais gastos para a resolução.


2 – Ignorar os princípios contábeis



A observância dos Princípios Contábeis é obrigatória no exercício da profissão contábil e suas diretrizes são consideradas legítimas perante as Normas Brasileiras de Contabilidade – NBC. Sendo assim, o contador deve conhecer a fundo a importância e a aplicação destes princípios na hora de construir a escrituração de seus clientes.


São Princípios de Contabilidade: o da entidade; o da contabilidade; o da oportunidade; o do registro pelo valor original; o da competência; e o da prudência.

Esses princípios asseguram que todos os procedimentos gerenciais sejam aplicados corretamente. Eles orientam a execução de todas as atividades e, por isso, precisam ser realizados por um profissional da área, já que o seu não cumprimento pode trazer sérios problemas à companhia.


3 – Não organizar e arquivar os documentos fiscais



Muitos erros contábeis podem ser evitados quando existe organização por parte da contabilidade empresarial. Isso significa que os documentos fiscais precisam estar armazenados de modo que todos possam recorrer a eles quando necessário de um jeito prático e seguro.


A tecnologia precisa estar embarcada na contabilidade empresarial , pilhas de papéis e documentos podem sofrer danos ao passar dos anos, além de se perder. Os dados prestados pela contabilidade precisam ser comprovados perante os órgãos de fiscalização. Quando os números não batem, esses arquivos podem contribuir para identificar onde está o erro.


O armazenamento em nuvem pode ser uma ótima solução para a organização do seu negócio. Além de manter tudo estruturado, também deixa tudo seguro, já que só permite o acesso de pessoas autorizadas.


4 – Escolher mal o regime tributário



Em geral, há três modalidades mais genéricas, mas nem sempre uma empresa pode optar por qualquer uma delas, pois a única que aceita todas as empresas é o Lucro Real. Há restrições para se optar pelo Lucro Presumido e ainda mais restrições para se optar pelo Simples Nacional. Em casos extremos pode ser que a empresa possa ser enquadrada apenas no Lucro Real. Ainda assim, ela poderá escolher se a apuração será trimestral ou anual. Dentro da modalidade anual, ainda pode optar entre o regime de estimativa e o de levantamento de balancetes mensais (suspensão e/ou redução).


As consequências dessa escolha, envolvem a aplicação de multas por parte dos órgãos fiscalizadores e geram a inadimplência fiscal. No caso da inadimplência dos tributos lançados de ofício, o contribuinte recebe uma notificação com o valor que deve ser pago. Caso isso não seja feito dentro do prazo proposto, ele poderá ser inscrito na dívida ativa.


5 – Descumprir obrigações legais



Se você não possui o contador para acompanhar os tributos que sua empresa precisa pagar e as entregas fiscais e contábeis que seu negócio precisa fazer, você tem grandes chances de deixar algo pendente.


O Brasil possui um sistema tributário complexo. Quando não há um especialista tocando essa área, impostos e tributos facilmente podem passar despercebidos. Uma eventual irregularidade poderá impedir sua empresa de obter crédito, de participar de licitações, de obter certidões negativas para situações em que forem solicitadas e poderá, inclusive, gerar multas pesadas.


Falando sobre multas, entenda por exemplo que todos os impostos da sua empresa possuem prazos específicos para serem cumpridos, caso você não saiba ou não acompanhe isso, você possivelmente pagará multas.


6 – Erros que prejudicam um negócio



Passar por todos esses processos sem nenhum imprevisto ou percalço é praticamente impossível, mas é viável prever alguns dos obstáculos que podem surgir.

A primeira coisa é entender que o escritório de contabilidade empresarial possui uma rotina diferente das empresas as quais atendem. Manter a contabilidade sempre em dia, além de uma obrigação, pode ser considerada também um desafio.

Com muitas atribuições e afazeres não é muito difícil se dispersar e acabar perdendo o foco. Se isso já é um problema e traz consequências em qualquer área, na contabilidade é ainda pior por conta dos prazos sempre apertados e das possíveis multas aplicadas. Por isso a importância de uma equipe organizada, bem entrosada e alinhada.


7 – A importância de uma boa gestão contábil



A manutenção de uma gestão contábil eficiente para sua empresa já é meio caminho andado para que as obrigações sejam cumpridas com o mínimo de falhas. O que não pode acontecer é todas as etapas acabarem se tornando algo rotineiro, que recebe menos atenção pelo fato de se repetirem.


As rotinas contábeis recebem esse nome, mas é preciso estar sempre atento a ela, para que a necessidade de adaptações seja percebida a tempo e os imprevistos não prejudiquem o trabalho desenvolvido.


Por que vale a pena terceirizar a contabilidade empresarial ?



A terceirização da gestão contábil proporciona uma redução de custos expressiva. Isso porque a empresa não precisa manter um setor ou profissional específico e arcar com custos como estrutura, salário e demais encargos. 


A atualização constante é outra vantagem. Na Planeja Consultoria, possuímos uma Trilha de Conhecimento, um local onde o cliente possa verificar questões recentes de contabilidade, finanças e consultoria. Logo, nossos Consultores e você estarão sempre antenados a qualquer mudança de lei e tributos.


A experiência para lidar com diferentes situações também é essencial. Como, a consultoria atende empresas de variados segmentos, a Planeja Consultoria possui vivência em diversos tipos de situações.

Com mais de 5 anos de experiência no mercado e atuação em território nacional, dispomos de uma plataforma exclusiva para acompanhamento on-line e em tempo real de nossos clientes. 



Share your thoughts

No Comments

Leave a Comment: