Pensando nas metas de 2021? Invista em uma consultoria de gestão de crescimento

Em uma empresa, só é possível gerenciar o que se mensura, e só se mensura o que se define. No processo de gestão de crescimento, metas e indicadores são os grandes aliados dos empreendedores, pois identificam o momento atual da empresa e o cenário desejado.

Além disso, os indicadores desenvolvidos por uma consultoria de gestão de crescimento, apontam um caminho que será um referencial para a empresa, explicitando os processos que estão dentro do esperado, os que saíram dos conformes e precisam ser reavaliados. Assim, as metas e indicadores fornecem uma base objetiva para identificar problemas, definir prioridades e verificar como andam os esforços para a melhoria contínua e a expansão da empresa.

A consultoria de gestão de crescimento, executada por uma empresa de consultoria, tem como foco solucionar dúvidas e problemas do empresário e colocar o negócio no caminho do crescimento saudável.

Por que o planejamento estratégico é essencial?

O planejamento estratégico é essencial desde a fase inicial da empresa, quando o plano de negócio começa a ganhar forma. Depois que a ideia saiu do papel e a empresa abre suas portas, essa necessidade não desaparece. Pelo contrário: ela se torna ainda mais importante no dia a dia do negócio.


Com um plano bem elaborado, é possível atingir metas como:

  • Conquistar um novo público-alvo
  • Lançar novos produtos e serviços
  • Posicionar a marca na liderança de mercado
  • Expandir o negócio para novos territórios
  • Ampliar e diversificar os canais de venda
  • Lidar com as incertezas e os riscos
  • Utilizar os recursos de forma eficiente de acordo com as metas
  • Aproveitar as oportunidades e se defender das ameaças do mercado
  • Aumentar as vendas e os lucros
  • Otimizar a gestão financeira
  • Estabelecer vantagem competitiva em relação aos concorrentes
  • Atrair e fidelizar clientes
  • Melhorar imagem e reputação da empresa na mídia
  • Evitar risco de falência por má administração.


De modo geral, todo objetivo pode ser alcançado por meio do planejamento estratégico, desde que seja realista e leve em conta o nível em que o negócio está.


Prejuízos que podem ser evitados com a consultoria de gestão de crescimento

1 – Desconhecimento sobre a própria empresa

Vale ressaltar que é durante os processos de construção do planejamento estratégico que são identificados os pontos fortes da empresa e suas fraquezas, bem como as oportunidades e as ameaças que rondam o negócio. Sem essas informações, fica mais difícil definir estratégias e planos de ação para melhorar os resultados.

2 – Desconhecimento sobre o público-alvo

O planejamento estratégico também é importante para que a empresa possa entender melhor quem é o público para o qual seus produtos ou serviços são direcionados. Quando há esse desconhecimento, pode acontecer de a sua empresa tentar vender uma solução que pouco interessa ao público que ela quer atingir. O mesmo vale para as campanhas de marketing e para as estratégias de comunicação.

3 – Gastos desnecessários

Outro tópico que não poderia ficar de fora da lista de consequências da falta de planejamento se refere ao aumento de gastos desnecessários. A empresa que não se planeja tende a gastar mais dinheiro com coisas que não vão trazer tanto retorno quanto o esperado. As decisões sobre onde e quando investir são menos assertivas. Dessa forma, o fluxo de caixa da empresa é prejudicado e, consequentemente, sua sustentabilidade. Há também a questão tributária; o planejamento ajuda a evitar que você pague mais impostos que o necessário.

4 – Precificação inadequada

Sem o devido controle sobre os seus gastos, o preço praticado por sua empresa tende a ser inadequado. Isso porque é na precificação que você vai tentar suprir os custos e obter lucro. Assim sendo, é aí que o planejamento se faz, mais uma vez, necessário. Por meio dele, você poderá otimizar os seus gastos e estabelecer preços condizentes com a realidade do seu negócio e do mercado. Como uma consultoria de gestão de crescimento ajuda o empreendedor 

Foco no cliente:  As novas demandas internas da estrutura que surgem na medida em que a empresa cresce podem desviar a atenção do que realmente interessa:  o mundo exterior, onde estão os clientes e o resultado.

Gestão financeira: As empresas em crescimento não quebram por falta de vendas ou mesmo de lucros, quebram por falta de caixa. Uma empresa que cresce muitas vezes consome caixa, em estoques e contas a receber, além da necessidade de investir para adequar-se a um nível maior de demanda. Portanto, é imprescindível que o gestor fique muito atento ao caixa e profissionalize a gestão da função financeira.

Leia também o nosso artigo clicando no botão abaixo. Temos certeza de que também será útil!


Formação da equipe de gestão: Ninguém faz nada sozinho e o empreendedor nesta fase já deve compartilhar as decisões com uma equipe que ofereça à organização as competências necessárias. Por isso, é necessário identificar os processos críticos da companhia e ter pessoas competentes, comprometidas e empoderadas, além de dar-lhes a liberdade de gerenciar estes processos.


Estabelecer o próprio papel: Com o crescimento da companhia, o empreendedor deve fazer uma autoanálise e avaliar onde estaria a sua maior contribuição: será  no desenvolvimento de produtos, nas relações com o mercado, na formação dos líderes, na divulgação da cultura ou em outro aspecto? Perguntar-se do que o negócio precisa e em que o empreendedor é distintamente bom é o caminho para estabelecer o próprio papel. Diante de tudo o que foi exposto, você ainda acredita que a gestão de crescimento não faz sentido para o seu negócio? Estude e observe como anda a gestão da sua empresa e venha conversar conosco!

Diante de tudo o que foi exposto, você ainda acredita que a gestão de crescimento não faz sentido para o seu negócio? Para saber mais sobre a metodologia de Gestão e Crescimento da Planeja, acesso o nosso E-book gratuito clicando no botão abaixo.

Share your thoughts

No Comments

Leave a Comment: